Impressão digital: O que é e para que Serve?

Impressão digital: Você sabe o motivo de cada pessoa ter impressões diferentes?

mark2 - Impressão digital: O que é e para que Serve?

Cada um dos seus dedos tem uma impressão digital com seu próprio padrão particular: pode ser uma espiral, um redemoinho, um arco ou até mesmo algo mais raro como uma dupla espiral.

Mas mesmo se a sua impressão digital não tiver um desses padrões diferentes, ela ainda é única e exclusiva. Na verdade, não há ninguém no mundo – seja no passado, presente ou futuro – que tenha uma impressão digital igual a sua.

Para entender o motivo, primeiro precisamos saber como elas se formam: enquanto o bebê está crescendo na barriga, células-tronco crescem sob a pele de cada dedo.

O jeito que elas desenvolvem, seja para os lados, rápido ou devagar, determina o padrão da sua futura impressão digital.

Já que o tamanho e direção em que elas crescem tem origem genética, é comum familiares e principalmente gêmeos idênticos terem os mesmos padrões principais em cada dedo, portanto não é do DNA que a singularidade das impressões digitais vem. Em vez disso, vem do modo caótico em que as impressões digitais crescem.

A pele embrionária tem várias camadas de células, todas crescendo em velocidade diferentes. E à medida que a camada interna cresce, a do meio tem que se adaptar, causando irregularidades na superior.

Isso começa de maneira conjunta em três áreas do dedo em crescimento: perto da unha, perto da primeira articulação e no centro.

 

À medida que as linhas da futura impressão digital crescem, às vezes elas se chocam, resultando numa linha perdida ou numa divisão entre linhas.

 As partes do dedo onde isso acontece são determinadas por alguns fatores, como: a maneira com que nervos e vasos sanguíneos crescem na camada abaixo da pele; diferentes pressões de fluidos dentro do útero; e até mesmo em qual direção o dedo está orientado em relação à gravidade.

E uma vez que são fatores completamente imprevisíveis, o resultado final é algo aleatório, mesmo para bebês que se desenvolvem no mesmo útero.

Normalmente uma pessoa tem cerca de 50 dessas alterações na impressão digital de cada dedo. Então mesmo se você simplificar as coisas, ignorando a posição delas, por exemplo, e pensar na probabilidade de cada um desses pontos como uma virada de cara-ou-coroa, existem mais de um quadrilhão de possibilidades diferentes para impressões digitais.

Para você ter uma noção melhor, existem 80 bilhões de impressões de digitais no mundo, representadas por esse ponto preto. Um quadrilhão é 10.000 vezes maior!

E lembre-se que estamos simplificando, porque o número de impressões digitais únicas possíveis é muito maior quando se leva em consideração as posições relativas desses pontos.

Ou seja, todas as nossas impressões digitais são matematicamente únicas, desde antes de nascermos. E, assim como na vida, a primeira impressão é a que fica.

Impressão digital
Impressão digital
Impressão digital: O que é e para que Serve?
3.4 (68.57%) 7 votes