Depressão e exercícios Físicos: Qual os impactos na Saúde?

Depressão e exercícios Físicos: Praticar atividade físicas ajuda contra a depressão?

depressao exercicio - Depressão e exercícios Físicos: Qual os impactos na Saúde?

Depressão e exercícios Físicos: Motivos não faltam para você praticar atividade física. Emagrecimento, aumento de massa muscular, melhora da saúde, recomendação médica.

No post de hoje vamos te dar mais um motivo para você praticar atividade física, melhorar o seu humor e até melhorar casos de depressão. Vamos lá!

Para muita gente não é novidade que a prática de exercício físico melhora muito o humor. Muita gente até diz, o difícil é ter coragem para levantar cedo e ir para a academia ou então, sair do trabalho e ir treinar, mas basta começar e pronto.

A sensação de bem estar é praticamente imediata. Isso ocorre porque quando nos exercitamos nosso organismo aumenta o nível dos neurotransmissores. Esses neurotransmissores são principalmente a serotonina e dopamina. O bom é que essa sensação de prazer tende a durar o dia todo.

Agora, com o aprofundamento de alguns estudos, cientistas dizem que o exercício físico têm o poder de prevenir a depressão.

Na Universidade de Toronto, no Canadá, após 26 anos de estudos, pesquisadores descobriram que uma prática mínima de exercícios diariamente pode ser suficiente para prevenir a depressão. Cerca de 20 a 30 minutinhos de caminhada podem bastar.

De acordo com eles os efeitos podem ser sentidos por todas as pessoas, independente de idade, sexo, ou até mesmo de predisposição a doença. De acordo com os coordenadores da pesquisa, essas descobertas estão proporcionando uma mudança de comportamento entre os profissionais da saúde mental.

Não que eles estejam deixando de prescrever os medicamentos para depressão, mas estão recomendando a prática de exercícios físicos como complemento praticamente obrigatório para quem já sofre de depressão.

Além do mais, a prática regular de exercícios físicos pode ajudar a combater a depressão, ou seja, a pessoa que teria tendência a essa doença, acaba não manifestando esses sintomas.

 

Por isso é tão importante a prática de exercícios físicos regularmente. A recomendação para casos de depressão e ansiedade é de no mínimo 20 a 30 minutos, 5 vezes por semana.

Agora no caso específico de quem pratica exercício físico por causa de depressão ou ansiedade, alguns fatores tem que ser observados. Para que esse complemento ao tratamento convencional com remédios surta efeito, não é recomendável que o exercício seja de difícil execução.

Uma pessoa não vai sair da depressão se for obrigada a fazer algo que o seu corpo não consegue. Com esse objetivo específico alguns fisiologistas recomendam exercícios aeróbicos como a caminhada, a corrida e até mesmo a natação.

Diante de tudo isso, acredito que ficou bem claro que já está mais do que na hora de sair desse sofá e começar a praticar atividade física, seja ela qual for. O importante é que seja prazeroso.

Chega de deixar para amanhã. A atividade faz bem para o corpo e para alma. Se nós estamos vivendo mais tempo, que seja de forma saudável em todos os aspectos.

Se esse post convencer uma pessoa sedentária a praticar exercício, eu juro que vou ficar feliz.

Mas você também pode me ajudar a indo além nessa meta. Compartilhando esse post com os seus amigos. Dessa forma vamos espalhar essa boa notícia ao maior número de pessoas!

Depressão e exercícios Físicos
Depressão e exercícios Físicos

Depressão e exercícios Físicos: Qual os impactos na Saúde?
Gostou do Post?